No verão, devido ao aumento da temperatura, alguns alimentos podem estragar mais rapidamente se não forem armazenados de maneira adequada.

Os alimentos que mais apresentam riscos para a saúde são:

  • maionese,
  • carnes,
  • peixes,
  • embutidos, como presunto,
  • leite e seus derivados e
  • outros alimentos perecíveis, pois são mais suscetíveis à deterioração.

Esses alimentos perecíveis, se manipulados de maneira incorreta ou quando armazenados fora da temperatura adequada, podem causar intoxicação alimentar, cujos sintomas principais são episódios de vômito e diarreia, mas também pode ocorrer febre.

Esse quadro pode levar à desidratação em razão da grande perda de água e eletrólitos essenciais para o bom funcionamento do organismo, provocando grandes prejuízos à saúde.

 

Para prevenir a intoxicação alimentar

Para prevenir a intoxicação alimentar é importante manter todos os alimentos em refrigeração e mantê-los em bolsas térmicas caso leve alimentos para praia ou clubes, além de não demorar muito tempo para consumi-los.

Na praia, os alimentos com maior risco de contaminação são:

  • os lanches naturais por causa da maionese, requeijão e peito de peru,
  • queijo coalho,
  • porções de camarão,
  • raspadinha,
  • salgados e
  • cachorro-quente.

Qualquer alimento que fique muito tempo exposto antes de ser consumido, também, apresenta risco elevado de contaminação.

Dificilmente, os alimentos contaminados possuem alterações de odor ou sabor, sendo, assim,  difícil individualizar o problema, por isso, esses cuidados podem auxiliar na prevenção da intoxicação alimentar.

Fonte: http://www.saladcreations.com.br/